• AMBIENTAÇÃO DO FÓRUM

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

• AMBIENTAÇÃO DO FÓRUM

Mensagem por Ilúvatar em Ter Dez 27 2016, 23:01


terra-média
Para ajudar a visualizar o mundo, uma vez que o fórum acontece ANTES das adaptações cinematográficas do universo de Tolkien, aqui estará disponível um mapa acompanhado pela ambientação oficial do fórum. Lembrando que, devido boa parte das regiões, na obra original, serem élficas, algumas das histórias dessas regiões serão ADAPTADAS para que o fórum seja divertido de jogar independente da raça que você escolher.

[ÁREA EXPLORÁVEL DO FÓRUM]
(Para facilitar encontrar o local que você viu no mapa, use ctrl+f)

Beleriand Oriental - Independente

Terras de ninguém, onde qualquer raça pode estabelecer uma casa. Geralmente, aqui, há vilarejos de elfos e humanos, mas não há controle de uma raça sobre a outra, muito menos um governo entre eles. Beleriand é a maior porção de terra da Terra Média e, independe de ser oriental ou ocidental, a vegetação dominante é de bosques e gramado, com clima ameno ou chuvoso.

Andram é uma parede de colinas ingrime demais para escalar. Ela cobre todo o epicentro, no sentido leste-oeste, de Beleriand Ocidental, tornando sua travessia extremamente acidentada ou, em alguns casos, impossível. Para atravessar Andram, é necessário contorná-la, seja por Ramdal ou através dos Pântanos de Sirion.

Estolad é uma porção vasta de terra entre Doriath e Thargelion, onde a vegetação predominante são os bosques e gramados.

Amon Ereb é uma colina, o ponto mais alto de Beleriand. Antigamente era um posto de vigia dos elfos de Ossiriand, mas foi abandonado por motivos misteriosos.

Taur-Im-Duinath, a maior floresta do continente da Terra-Média, é um local estranhamente inexplorado. Alguns elfos fazem seus lares ali, pois está distante da guerra que estoura no norte. Ao mesmo tempo, por não ser habitado, é uma floresta com segredos ainda a serem descobertos - e, portanto, não é segura.

Beleriand Ocidental - Independente

Beleriand Ocidental é a segunda maior região do continente da Terra-Média, perdendo apenas para Beleriand Oriental. Nessa área, a diversidade racial é enorme - existem grupos de saqueadores orcs independentes, cidades de humanos, aldeias de hobbits, montanhas para os anões e salões élficos. Possuem campos em abundância e, apesar de não estar tão longe da batalha contra Angband, também não está tão perto, e por isso a maioria de seus cidadãos vivem em paz. Beleriand é a maior porção de terra da Terra Média e, independe de ser oriental ou ocidental, a vegetação dominante é de bosques e gramado, com clima ameno ou chuvoso.

Amon Rûdh é uma colina com o ponto mais alto de Beleriand Ocidental. Uma vez já foi o lar de uma civilização anã, mas algo aconteceu lá dentro e não se sabe direito o quê, mas não se ouve mais falar dos anões de Amon Rûdh. Por fora, é uma colina rochosa enorme, e por dentro costumavam ter salões de pedra. No alto de Amon Rûdh há uma torre de vigia e um farol que há muito tempo não é aceso.

Tumhalad são bosques gramados enormes, que ficam localizados entre os rios Narog e seu tributário, Ginglith.

Brethil é uma floresta entre os rios Taeglin e Sirion, originalmente parte de Doriath, mas deixado de fora da barreira mágica que a cerca.

Nan-Tathren é uma floresta por onde corre o rio Sirion, próximo de desaguar. É um local onde podem viver alguns elfos silvestres, mas acredita-se que é lar, principalmente, de alguns ents.

Dentro de Beleriand Ocidental ainda há uma divisão de países, abaixo listada.

Nevrast

Nevrast foi o reino de um rei élfico, mas devido às profecias de um Valar de que naquele lugar os elfos não estavam seguros, seu rei levou toda sua riqueza e todo seu povo para Gondolin assim que o reino ficou pronto. Nevrast, no entanto, foi ocupado por humanos, hobbits e anões, e agora é uma terra que não é alvejada pelas linhas de frente de Morgoth devido sua baixa importância. O clima nesse local é chuvoso e, por muitas vezes, uma neblina forte se forma.

Vinyamar era a capital do rei élfico. Um reino que fica no extremo oeste de Beleriand, num porto, lar dos antigos elfos cinzas. Com o tempo, os humanos e hobbits a povoaram, recebendo frequentes visitas de anões da montanha vizinha para construir um lar ali. É uma incrível cidade feita puramente de mármore branco, com arquiteturas lindas, mas devido os maus-tratos dos homens, toda arte ali foi defasada, revestida de poeira ou derrubada para dar lugar à uma nova residência ou loja. Vinyamar tem uma forte economia com todas as cidades que possa alcançar, mas é mais forte com as cidades de Falas.

Taras é uma montanha que fica praticamente encostada em Vinyamar, ao final das Ered Wethrin. Taras é uma cidade imensa que se estende por TODA a cordilheira, e tem diversas passagens secretas. As passagens conhecidas são: a próxima de Vinyamar, cujo portão mágico precisa ser ativado de maneira correta para ser aberto. Ao norte, em direção aos Pântanos de Nevrast (que fica de frente à um lago chamado Linaewen) e ao sul, profundo na floresta de Núath. Como Nogrod e Belegost, Taras são salões enormes e ricos, perfeitos para os anões.

Falas

Falas é a província original dos elfos cinzentos. Eles se estabeleceram nos portos e criaram duas grandes cidades portuárias, as mais bonitas de seu tempo, e uma torre para observar os ataques de Morgoth por mar. Apesar de originalmente ser dos elfos, eles abrigam qualquer estrangeiro sem problema algum - com exceção, é claro, dos orcs. As neblinas em Falas são as mais densas em toda Beleriand, e dificilmente haverá um dia em que não chove ali.

Britchombar é uma enorme cidade povoada tanto por humanos quanto por elfos. É pavimentada e feita em mármore puro, com boas relações com todas as províncias do continente. Vive principalmente da economia, mas ainda tem um poder militar razoavelmente bom. É separada de Eglarest apenas geograficamente, porque as duas cidades são extremamente parecidas, com um governo de ambas formado por um único grupo de conselheiros élficos.

Barad Nimras, por outro lado, é uma torre de observação feita para antecipar ou observar qualquer ataque marítimo deferido por Morgoth ou suas forças. É estrategicamente importante devido isso, e geralmente só está habitada por soldados. Por fora, mostra-se imponente como uma enorme torre branca e brilhante.

Nargothrond é um abrigo secreto escondido entre as colinas, para o caso dos povos de Falas se sentirem ameaçados ou forem acuados em uma guerra. Ninguém exceto o conselho sabe de sua existência, pois ao longe apenas aparentam ser colinas comuns.

Arvenien

Arvenien é a menor província de Beleriand, a mais longe da guerra. Apenas alguns elfos vivem aqui.

Nimbrethil é a única floresta dessa província. É inabitada, conhecida apenas por possuir algumas ervas que não são encontradas em nenhum outro lugar de Beleriand.

Portos Cinzentos, escolhidos para serem construídos em Arvenien justamente por ser o ponto mais afastado de Angband. É um lugar onde barcos potentes, preparados para atravessar o oceano, são construídos para que os elfos possam partir para Aman e viver junto com os Valar. É uma cidade maravilhosa, mas habitada apenas por alguns elfos cinzentos de Falas que estão sempre construindo novos barcos ou cuidando da cidade, para que não seja abandonada.

Ilha de Balar é um campo de refúgio dos humanos, para o caso de Morgoth conseguir dominar a Terra-Média. É uma ilha grande, com vida vegetal em abundância, e diz-se que também é onde alguns guerreiros humanos de elite são treinados. Há também a lenda de que existe uma árvore mágica que dá frutos com propriedades mágicas desconhecidas, mas muitos duvidam da veracidade dessa história.

Doriath - Elfos

Doriath é uma região florestal de Beleriand durante a Primeira Era. Governada por um rei elfo, Doriath possui um largo exército e um treinamento incrível. É protegido pelo exército élfico, que está em vantagem nas árvores, e por uma barreira mágica erguida por uma maia - a rainha de Doriath. O clima em Doriath é geralmente ameno, e por ser tão protegido, é um reino independente que está neutro até contra as forças de Morgoth.

Menegroth, a capital de Doriath, é uma cidade élfica maravilhosa. À noite, brilha numa iluminação artificial mágica, e durante o dia os animais despertam, fazendo companhia aos elfos. Eles vivem em paz e desenvolvem a arte e a música, e mesmo os civis naturalmente sabem como lutar em uma guerra, tornando esse o mais preparado exército élfico da Terra-Média. É onde o rei élfico repousa junto com sua rainha.

Neldoreth é a floresta ao norte de Doriath. Há uma cidade ali também, mas não tão magnífica quanto Menegroth. Para evitar que cheguem perto da rainha, é aqui que os estrangeiros são recebidos. Nivrim é a floresta ao oeste do rio Sirion. Os elfos de Nivrim protegem Doriath das ameaças do oeste. E Region, por fim, é a floresta ao sul de Doriath onde está localizada Menegroth.

Ossiriand - Elfos e Anões

Região no extremo sudeste do mapa. Chamada de "terra dos sete rios" por causa do rio Gelion e dos seus seis tributários, cujas nascentes ficam nos vales junto às montanhas. É uma terra com vastos bosques onde vivem os seus habitantes, os elfos verdes. Também abrange as cordilheiras de Ered Luin (Montanhas Azuis), onde vivem os anões, em paz com os elfos.

Os seis rios Ascar, Thalos, Legolin, Brithor, Duilwen e Adurant são nascentes do rio Gelion, o sétimo. Uma via importante de transporte de suprimentos entre os elfos e anões. Lanthir Lamath é uma cachoeira gigantesca de onde deságua o Rio Andurant, e onde se divide em dois para dar espaço à uma ilha.

Tol Galen, a ilha que divide Adurant, é uma ilha onde se escondem salões subterrâneos feitos pelos elfos. Os salões são lindos e extensos, e são usados como conselho de guerra pelos elfos verdes de Ossiriand.

Nogrod é uma das duas cidades governadas pelos anões nas Montanhas Azuis. A magnificência dos salões de pedra não são apreciados pelos povos da superfície, mas Nogrod é rica em ouro e seus pilares e arquitetura encantam qualquer anão que ainda não tenha visto aquele local. É conhecida por ter os melhores ferreiros da Terra-Média.

Belegost é a segunda, mas não menos importante, cidade das Montanhas Azuis. Os ferreiros são igualmente excepcionais, mas sua principal força é militar. Por estar tão perto de Nogrod, os anões de Belegost tratam os anões da outra cidade como se fossem primos, e mantém uma relação amistosa com eles. No entanto, por rivalizar com os ferreiros élficos, não são tão amigáveis com os elfos quanto os primos, que são muito mais reconhecidos nesse quesito.

Gondolin - Elfos, Humanos, Anões e Hobbits

Gondolin pode ser considerada a cidade mais protegida da Terra-Média, rivalizando com Angband. Por ter sido construída ao redor de uma cadeia de montanhas extremamente ingrimes e pontudas, é simplesmente impossível atravessá-la ou vê-la, a não ser pelos céus. É uma cidade independente, abençoada pelo valar Manwë, e tão protegida que nem mesmo os seus aliados sabem se Gondolin realmente existe - por sua localização ser secreta.

Seus habitantes sabem que existem passagens para fora, mas nunca a usam, pois acreditam veemente que estão seguros lá dentro, sendo autossuficientes. Gondolin possui um exército poderoso e, além disso, também contam com o apoio de águias, que lutam ao seu lado nas guerras. Recentemente, também, foi descoberto mithral nas montanhas ao redor da cidade, tornando até seu equipamento um das de melhores qualidades do mundo.

Gondolin é esplendorosa, com seu castelo prateado reluzente à luz do sol ou da lua. Apesar de, quase sempre, as montanhas estarem cobertas de neblina, o interior da cidade é muito iluminado. O governo de Gondolin é baseado em um rei e uma rainha élfico, além de um conselho militar e uma águia gigantesca chamada Thorondor - que é a líder das forças de Manwë, e ajuda Gondolin a combater Angband.

O comércio é rico e há um enorme pavimento onde se trocam mercadorias em Gondolin. Embora seja extremamente fechada para estrangeiros, se alguém encontra Gondolin, o conselho da cidade o obriga a manter segredo, fazendo um voto mágico que o matará caso conte sua localização ou até mencione seu nome para alguém - mas não proíbe os estrangeiros de saírem de Gondolin ou retornarem.

As águias de Gondolin vivem em Echoriath e Crissaegrim, as cadeias de montanhas norte e sul, respectivamente, que protegem a cidadela.

Hithlum - Humanos e Hobbits

É uma região de vastas terras protegida por cordilheiras em todos os frontes. Para adentrar na região, é preciso atravessar Barad Eithel, uma torre fortificada contra invasões, Minas Tirith, que possui uma passagem subterrânea, ou Annon-In-Gelydh, um porto ao oeste. Hithlum em geral é uma região chuvosa, com o tempo quase sempre cinza. Névoas densas se formam em seus arredores, mas ainda assim a agricultura é rica. Foi fundada por um rei elfo e depois dado aos humanos, estabelecendo uma amizade entre essas duas raças. Existem cinco pontos importantes em Hithlum, aqui listados:

Barad Eithel, a principal defesa E ataque contra as forças de Angband. É um castelo protegido nos flancos, com muralhas fortificadas, e uma única ponte por onde o exército pode passar - tornando uma invasão a esse castelo MUITO difícil, pois foi estrategicamente construído com a função de espremer os invasores na ponte para serem abatidos com flechas.

Mithrim, a capital. Possui um castelo de pedra, e há vilarejos em todos os seus arredores. Sua economia é importante porque existe um lago de enorme extensão, chamado Lago de Mithrim, onde um mineral chamado mithril pode ser encontrado. Infelizmente, pelos humanos não saberem como trabalhar com esse mineral, eles vendem aos elfos - sem saber que é com mithril que se fabricam as melhores armaduras do mundo.

Dór-Lomin, uma capital dividida de Mithrim por uma cadeia de montanhas chamada Ered Mithrim. É bem menor do que Mithrim, e bem menos importante, onde geralmente seus aldeões estão felizes, livres do perigo. É menos rica que Mithrim, e vive na base da agricultura.

Annon-In-Gelydh, o porto. É economicamente importante, pois transporta e recebe tudo o que precisa para sobreviver, distribuindo para as outras cidades por uma rota comercial. Os seus habitantes vivem da exportação do peixe, e é a cidade, entre todas as outras, que mais está habituada com a neblina e a chuva.

Minas Tirith é uma torre de vigia posicionada no meio de um rio importante, o Rio Sirion. É onde os soldados de Hithlum recebem treinamento militar, mas também é uma defesa para caso os reinos do sul resolvam atacar. A passagem de Hithlum só pode ser usada por militares e aldeões, nunca por estrangeiros, e é mantida em sigilo. Para estrangeiros, Minas Tirith só pode ser visitada com permissão, e todos acham que é apenas uma torre comum sob os domínios dos homens.

Angband - Humanos, Hobbits, Anões, Feiticeiros e Orcs

Angband é a terra do Senhor do Escuro. Corrompida, uma fortaleza viva que arde em chamas, com milhares de soldados orcs, humanos, goblins e trolls aos seus serviços. É uma terra cinza, onde o sol não nasce, protegida pelas montanhas nos flancos. Só há uma passagem para Angband, e é um portão fortemente protegido por forças terríveis. Apesar de Angband ser apenas um pedaço de terra comparado às outras regiões da Terra-Média, as forças de Morgoth se estendem até além de Ered Engrin.

Thangorodrim são três enormes vulcões, os picos mais altos da Terra-Média, que estão sempre expelindo fumaça de suas bocas. Morgoth as ergueu e construiu uma fortaleza em sua base, e é onde ele possui um trono, maquinando suas estratégias para lutar contra os Valar. É onde os orcs são gerados, sendo obrigatório para eles começar nesse ponto, e também é o local onde os feiticeiros de Sauron são treinados. O clima em Thangorodrim está sempre quente, árido, e o ar é ácido e pesado para quem não está acostumado com a corrupção do Senhor do Escuro.

Ard-Galen e Lothlann são campos ricos e bonitos, mas vazios e inabitados. Apesar de serem extensos, e apesar de existir vasta vida vegetal, está sob o comando de Morgoth, e é onde seus exércitos se reúnem para treinar ou marchar em direção às terras ao sudeste.

Dorthonion já foi uma capital dominada pelos elfos, mas foi sobrepujada por Morgoth e dada aos homens, que se aliaram à ele. Ainda é uma terra bonita, mas aos poucos começa a se corromper. Em Dorthonion se reúne o exército que visa invadir Gondolin e Hithlum, fazendo fronteira com ambas as cidades. Como é protegida pelas cordilheiras, Dorthonion só pode ser invadida através dos rios Anach e Rivil.

Ered Engrin são as montanhas às costas de Angband, e existem passagens e monstros que nelas habitam que também estão sob o comando de Morgoth. É de onde seus servos retiram os minerais para fazer as armaduras de seus exércitos e montarias, assim como as armas.

Thargelion era, também, uma terra de elfos. Elfos verdes, que criaram algumas capitais e lá permaneceram até que foram invadidos por Morgoth. É uma terra bonita e cheia de florestas, mas o surgimento das criaturas malignas do Senhor do Escuro obrigaram os elfos a recuar, e buscar abrigo em Ossiriand ou Doriath. Nos dias atuais, Thargelion é uma área repleta de aranhas e outras bestas perigosas.

administração

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum